"You were born an original. Don't die a copy!" - John Mason

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Marcha das Ordinárias

"É a mais recente forma de protesto feminista. A Slutwalking (Marcha das Ordinárias) anda a percorrer o mundo para contestar a ideia de que as mulheres violadas estavam 'a pedi-las'."

Após ter lido ESTA notícia, decidi ler alguns comentários e fiquei estupefacta com a imbecilidade que por lá anda. Uma qualquer criatura com o nickname de "honolux" deixou comentários de bradar aos céus, em que um primeiro, foi esta pérola:

Seguem-se comentários discordantes a este, a pessoa continua a responder como se tivesse toda a razão do mundo, dizendo também, que não há outra razão para uma mulher usar mini-saia, a não ser a de querer provocar TODOS os desconhecidos que se cruzam com ela. Alguém lhe responde a isso e a contra-resposta é decadente:



O homem chega ao ponto de dizer que, uma mulher andar de mini-saia no meio da rua, é o mesmo que um homem andar na rua com meio pénis de fora.

Sem dúvida que se vir um homem as mostrar as suas pendurezas no meio da rua, a primeira coisa que me vem à cabeça é querer saltar-lhe para cima.
Maldita vontade a minha, incontrolável, que não dá mesmo para resistir. Mas isto é só uma reacção à agressão (provocação). Se me agridem (provocam), tenho o direito de reagir à minha maneira (satisfazer este meu instinto sexual, animal). Maluca!

Isto é mesmo a sério? Tristeza!

6 comentários:

  1. Mas que pessoa reles e decadente...

    ResponderEliminar
  2. Que otário! Que comparações mais descabidas! Este animal acha que as mulheres andam de saia porque querem ser violadas?? Se assim fosse não seria uma violação mas sim sexo com consentimento... Deve achar que o mundo gira à volta dele porque pelos vistos tudo o que as mulheres fazem é que o intuito de o provocar =S Estupor!

    ResponderEliminar
  3. Esse gajo é um caso para internamento...

    ResponderEliminar
  4. Sua doida.
    (seriously...? essa pessoa deve ser tão doente como qualquer violador... não me admirava se fosse mesmo um)

    ResponderEliminar